Ser Ator primeiro que tudo tem que ser uma vocação e paixão. Mais que uma profissão que pode ter tanto de momentos difíceis como de grandes sucessos. Um ator é ator por tem que o ser. Desde o pequeno palco ao grande palco e ecrã, em cena e fora de cena a aperfeiçoar-se constantemente. Um ator digno desse nome amplia o humano que há em todos nós, fazendo-nos pensar e sobretudo, emocionar. O nível I é uma introdução a esta arte e técnica, com foco especial na interpretação para imagem. O nível II aprofunda a relação com a ficção em cinema e televisão e abre o mundo do palco e teatro, onde não há rede mas onde o ator pode ser rei.