A globalização digital dos conteúdos e comunicação veio mudar radicalmente o mercado. Os media tradicionais foram abalados e o público começou a interagir e a criar os seus próprios conteúdos para públicos potencialmente globais.
O jornalista profissional da nova geração tem que saber trabalhar com vários media, redes e tecnologias, sem nunca perder a essência do que o grande jornalismo faz: ajudar-nos a ver o mundo e a condição humana de forma diferente, mais longe e mais perto ao mesmo tempo.